quarta-feira, 26 de abril de 2017

Paraíso

Eu não sei o que esperar da vida após a morte
Mas tenho fé que fantasmas não são surdos
Porque quero continuar a escutar as músicas
Que me levam a pessoas, momentos e sentimentos já vividos
Como acontece hoje

E confio em Deus
Que fantasmas não são mudos
E a eles é permitido
Sussurrar palavras de amor
Aos queridos quando dormem

E fantasmas são levinhos
Mas ainda têm o tato
Pra alisar gato, cachorro e raposa
(Raposa, sim, que eles já morreram!)
E sentir o pouso da borboleta

O paladar e olfato eu dispenso
Se o preço deles for a fome
A visão há de ser melhor
Para as nuances de todo bem que é invisível
Quando estamos ocupados vivendo

Eu nem sei se existe Céu
Nem se eu pertenceria a ele
Mas se existir, tenho esperança
Será a reprodução
De tudo o que deu certo pra mim na Terra

Para o A.

Eu vou dar pra mim
O máximo do meu alcance
Eu vou dar pra mim
Você de chance
(Ou aposta: o que for mais romântico)

Mãos

Dizem que o coração é do tamanho da nossa mão fechada. Proporcional assim.
Então olho a minha, segurando a alça da xícara de café, e lembro das suas.
Proporcionalidade.
Como deve ser leve o meu coração na palma da sua mão.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Silêncio

Enfim o seu eco parou de soar
Como você não previu
Como eu sabia que aconteceria
E eu nesse intervalo incômodo
Como quem espera o próximo soluço
O que não virá

domingo, 23 de abril de 2017

Passageiro

Se você passar
Passe bem
Passe pelo tempo
Que merecer o meu
Que seja um bom passeio

E depois de passado
Passar bem
Se puser o pé na soleira
Quando eu bater a porta
Procure um ortopedista
(Todos tentam, nenhum consegue)

domingo, 16 de abril de 2017

Páscoa 2017

Creio em Deus quando me encontro no lugar certo, na hora certa, fazendo a coisa certa
Creio em Deus quando ele me retira da situação errada, na hora certa
Creio em Deus quando Ele deixa o tempo mostrar que a decisão certa foi tomada no tempo certo
Creio em Deus quando me poupa das consequências das decisões erradas, na hora errada e na hora certa
Creio piamente que Deus poderia ter feito de mim uma mulher com mais fé
(Por que não fez?)

Flor

Eu
Flor que ri
Já flori
Uma floresta
E a flor que resta
É sempre prova de amor